Alalaô ôoo ôoo (ou Curtindo o Carnaval 2016)

carnaval
Pela minha timelime do Facebook e pelas matérias na TV o carnaval já começou!!! Nunca vi tanto bloco na rua uma semana antes da data oficial. Este ano estarei com os meus pequenos todos os dias do feriado, então o alalaôooo vai ser nos bailinhos infantis ou em casa mesmo, se o tempo não ajudar. Vamos começar pela programação aqui da Ilha da Magia e depois alguma opções para curtir em casa.

Bailinho Pensando e Construindo Nosso Mundo & Floripinhas
Bailinho com música ao vivo, parquinho, comidinhas (vendidas à parte) e muita folia. O ingresso infantil dá direito a um kit carnaval com confete e serpentina.
Data: Sábado (6/2), das 15h às 19h
Local: Rua Papa João XXIII, 121 – Coqueiros
Ingresso: R$ 20 (R$ 25 no dia)
Pontos de venda antecipada: Pensando e Construindo Nosso Mundo (rua Papa João XXIII, 121 – Coqueiros), Casa da Árvore (rua Lauro Linhares, 2055 – Trindade) e Language in Life (rua Germano Wendhausen, 26 – Centro).
Informações: (48) 3209-6700 | (48) 9694-4000 | www.pcnossomundo.com.br

Bailinho Infantil LIC
Baile de carnaval infantil com Banda Stylus. Desfile de fantasias, brincadeiras e recreação. Crianças até dois anos de idade não pagam a entrada. Já os Associados LIC participam da festa gratuitamente.
Data: Domingo (7/2) às 16h.
Local: Lagoa Iate Clube -Rua Hypólito V. Pereira, 620 – Lagoa da Conceição
Ingresso: R$ 20
Informações: (48) 3232-0088.

Carnaval Infantil Paula Ramos
Baile de carnaval infantil com a Banda G4.
Data: Domingo (7/2) às 16h.
Local: Salão Social do Paula Ramos Esporte Clube – Avenida Madre Benvenuta, 340 – Trindade
Ingresso: R$ 10 (não associados acima de 12 anos)
Informações: (48) 3234-4100.

Baile Infantil JUSC
Pelo quarto ano consecutivo o Jurerê Sports Center, Centro Espotivo e Artístico (JUSC), realiza o Baile de Carnaval Infantil. A festa contará com recreadores que realizarão atividades, brincadeiras e oficinas. Haverá também um desfile não competitivo de fantasias. Na compra do ingresso estão inclusos pipoca e algodão doce.
Data: Domingo (7/2) às 16h.
Local: Avenida dos Dourados, 481 – Jurerê Internacional
Ingresso: Gratuito para crianças de até três anos. R$ 30 até 12 anos, R$ 40 acima de 12 anos.
Informações: (48) 3282-2530 | http://www.jurere.com.br/jusc.htm

Bailinho de Carnaval do SESC Cacupé
Desfile de fantasias, oficinas (cabelo maluco, pintura facial, confecção de máscara de carnaval), brincadeiras e apresentação cultural da Atrapatrupe de Teatro. Não será permitido o uso de confete, serpentina, spray e bebidas alcoólicas.
Data: Domingo (7/2), das 13h às 18h
Local: Hotel SESC Cacupé – Haroldo Soares Glavan, 1670 – Cacupé
Ingresso: O ingresso para o Baile Infantil é a doação de material escolar para campanha do Sesc Material Escolar para Todos.
Informações: (48) 3231-3204 | (48) 3231-3208

Bailinho de Carnaval do Floripa Shopping
O Floripa Shopping promove um Bailinho de Carnaval com a apresentação da bateria da Escola de Samba União da Ilha da Magia, aulas de dança com os professores da escola Atelier da Dança, além de pintura facial, DJ e animadores para alegrar a festa. Haverá também distribuição de brindes e muitas brincadeiras!
Data: Domingo (7/2), das 17h às 20h
Local: Estacionamento G1 – Floripa Shopping – Rodovia SC 401, 3116
Ingresso: O ingresso é um 1kg de alimento não perecível.

Carnaval Infantil Lira Tênis Clube
Concurso de fantasias e Banda Alternativa
Data: Domingo (7/2), das 16h às 20h
Local: Lira Tênis Club – Rua Tenente Silveira, 641 – Centro
Informações: (48) 3225-3500 | www.liratenisclube.com.br

Carnaval Infantil dos Ingleses
Em sua terceira edição, o carnaval infantil dos Ingleses vai ter muitas atrações, num ambiente climatizado. Concurso de fantasias com premiação.
Data: Domingo (7/3), das 15h às 19h
Local: Centro de Eventos Oceania (Rua do Marisco, 550 – Ingleses)
Ingresso: R$ 20
Pontos de venda antecipada: Cacau Show Barra Norte, Stylo Baby (SC 403, 5999), Influx (SC 403, 5752) e Oceania Park Hotel
Informações: (48) 9125-5233

Carnaval Infantil AABB
Com desfile de fantasias.
Data: Segunda-feira (8/3), a partir 16h
Local: Salão Social AABB – Rua Desembargador Pedro Silva, 2809 – Coqueiros
Ingresso: R$ 10 (5 a 10 anos), R$ 20 (maiores que 10 anos) e gratuito para associados.
Informações: (48) 3028-9395 | www.aabbflorianopolis.com.br

Carnaval Infantil Lira Tênis Clube
Bateria Show Acadêmicos Sul da Ilha e Banda Alternativa
Data: Terça-feira (9/2), das 16h às 20h
Local: Lira Tênis Club – Rua Tenente Silveira, 641 – Centro
Informações: (48) 3225-3500 | www.liratenisclube.com.br

Carnaval infantil ACM
Haverá espaço kids com monitores.
Data: Terça-feira (9/3), das 16h às 20h.
Local: Salão de Festas ACM – Rodovia SC 401 Km 04,3854, Saco Grande.
Ingresso: A entrada é franca para sócios e dependentes. Não sócio, informações pelo telefone (48) 3231-0300

Bailinho de Carnaval do Shopping Iguatemi
As crianças que participarem do evento poderão se divertir no Planeta das Bolas, fazer pinturas faciais comer uma infinidade de guloseimas e se divertirem com personagens.
Data: Terça-feira (9/3), das 16h às 20h.
Local: Praça de Eventos do Shopping Iguatemi – Av. Madre Benvenuta, 687, Santa Mônica
Ingresso: O evento é Gratuito e será por ordem de chegada.

Bom, foi isso que consegui coletar. Se alguém souber de alguma outra programação, por favor, me avise que eu incluo aqui. Mas com essa lista já dá para aproveitar bastante, né? Só vai ficar parado quem quiser.

E se a escolha é ficar em casa, tudo bem! E se quiser fazer um bailinho próprio é muito simples. Seguem algumas sugestões:

1. Compre uma fantasia confortável ou invente a sua. Seguem algumas opções que podem quebrar o galho:

2. Convide amigos animados.
3. Prepare uma seleção bacana de músicas, como marchinha de carnaval, enredo de escola de samba e frevo. Existe também música de carnaval voltada às crianças, como Carnaval do Palavra Cantada, Carnaval do Furunfunfum, Samba para Crianças, Sassaricando e Forró pras Crianças.
4. Dê uma passada no centro da cidade e compre algumas coisinhas para decoração, priorizando apetrechos coloridos e alegres.
5. Libere a serpentina e o confete.
6. Arraste os móveis e deixe um espaço para a pista de dança.
7. Sirva comidas leves e saudáveis, como frutas, sanduíches naturais, pipoca, pão de queijo, sucos e água.

Curtindo o tempo que temos juntos

O blog ficou paradinho nos últimos meses, mas por aqui, como vocês devem imaginar, as coisas continuaram agitadas. Não compartilhei quando aconteceram, mas não queria deixar passar totalmente em branco. Então seguem algumas coisas bacanas que fizemos e que podem inspirar vocês aí do outro lado.

Food Truck Parking Lot Lagoa
Conhecemos o Food Truck Parking Lot, na Lagoa da Conceição, em maio e nos divertimos horrores! Além das comidinhas deliciosas, ainda teve show de boa música (Defenders), skatistas na pista, espaço da Oficina do Aprendiz para as crianças e grafiteiros fazendo arte. Passamos a tarde toda lá e tive dificuldades de convencer os pequenos a irem embora. Já voltamos outra vez, sem evento grande, e também curtimos muito. Uma ótima opção para a família.

Bienal do Design
Cultura nunca é demais! Então, sempre que tenho a oportunidade, levo meus filhos para exposições, teatro, cinema, rodas de leitura, e por aí vai. De maio a julho tivemos em Floripa a Bienal Brasileira de Design e prestigiamos duas exposições. Na “Design para Todos – para uma vida melhor”, no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), mostrei para o Antônio que o design pode estar desde um produto simples até uma obra de arte. E ele ainda pode criar e um espaço super convidativo. Na “Mostra de Jovens Designers”, no Shopping Iguatemi, eles curtiram ver móveis diferentes e conhecer produtos que não sabiam para que serviam.

Festa Junina
Amamos festa junina. Sempre vamos às festinhas das escolas e outras que podemos comparecer. Os dois gostam de se vestir e maquiar. Neste ano fizemos uma coisa nova. Fizemos correntes de recortes de revista durante um dia chuvoso para decorar a festa de um grupo de amigos. Eles adoraram, e é tão simples! Bia ajudou a cortar as revistas e Antônio ajudou a colar. E depois acharam lindo quando botamos em cima da mesa para secar.

Curtindo a natureza
Não tivemos inverno este ano, não é mesmo? Então aproveitamos muito para curtir brincadeiras ao ar livre, principalmente, no SESC Cacupé e nas pracinhas de Santo Antônio e da ACOJAR, no bairro Santa Mônica. Também passeamos na Beira Mar, com e sem bicicletas, e eu e Bia ainda curtimos um pôr do sol especial em Santo Antônio de Lisboa.

Lego e Playmobil
Sempre adorei brinquedos de montar/construir e estou completamente apaixonada por brincar de Lego e Playmobil com os meus pequenos. Eles não têm muitos, mas juntam todos e criam histórias que misturam piratas e dinossauros. Adoro vê-los interagindo, criando, sem regras, nem roteiros.

Registrando os livros
Continuamos a fazer o registro dos livros lidos com desenhos, como já comentamos aqui. Este tem sido um momento muito gostoso, no qual falamos sobre a estória, ilustrações, autores, parte preferida, entre outras coisas. E agora o Antônio também entrou na brincadeira, desenhando os títulos que traz da escola, como parte do projeto “roda de livros” da sala dele, e os que a Bia ou eu lemos para ele.

Tangram
Outra brincadeira que ganhou força aqui em casa foi o Tangram, um quebra-cabeças chinês com sete peças, com as quais podemos formar várias figuras. Temos dois conjuntos e, às vezes, as crianças gostam de usar os dois ao mesmo tempo. Na foto aparece o Antônio com o seu Transformer!

Teve muito mais, é claro, como manhãs de massinha, crianças na cozinha ajudando a fazer bolo, muita pintura, esconde-esconde, brincadeira de casinha e treinos de bambolê, patinete e elástico. E não consigo escrever tempo junto sem lembrar de um Blog muito bacana – o Tempo Junto – que traz várias ideias de como podemos aproveitar cada minuto com os nossos filhos. Vale a pena acompanhar!

Miró em Floripa: cores que encantam a criançada!!!

Viva Joan Miró! Só mesmo um bom motivo como este para me fazer sacudir a poeira, dar a volta por cima, e colocar este blog na ativa de novo! Fiquei super feliz quando soube, meses atrás, que uma exposição dele viria para a Ilha da Magia. Visitei a Fundacion Miró, em Barcelona, em 2007, e nunca imaginei que teria a oportunidade de mostrar a obras dele para os meus pequenos aqui na nossa terrinha. Os meus ficaram encantados, e imagino que os de vocês também vão gostar.

Pretendia pesquisar sobre Miró com as crianças antes de ir ao Museu de Arte de Santa Catarina (MASC), no Centro Integrado de Cultura (CIC), mas não deu tempo. Na primeira manhã livre, nos jogamos para lá sem nenhuma preparação prévia. Fomos passando pela exposição devagar (para as crianças, é claro!) e observando as obras. Falamos sobre espontaneidade, arte abstrata, ambiente e formas de trabalho, e cores primárias.

Mas o mais divertido foram os olhares dos pequenos, o que eles viam nos quadros. Teve de tudo: Pinóquio com passarinho na ponta do nariz, via láctea, guerreiro com sua espada, passarinho amarelo, astronautas e cachorro com língua de fora. Eles ficavam intrigados quando eu lia o nome oficial dos quadros. “Mulher na noite??? Não! Esse é um passarinho amarelo”, dizia um. “Mas onde está o soldado neste quadro?”, perguntava o outro. A única coisa que eles facilmente conseguiram reconhecer foram as estrelas. E acharam o máximo saber fazer estrelas “que nem o Miró”.

No final a Bia escolheu um quadro para fazer a sua releitura. Já o Antônio preferiu desenhar uma arte dele, “mas parecida com a do Miró”. Como estava bem vazio, sentamos na frente do quadro escolhido, mas logo pediram para que as crianças fizessem suas artes na entrada, onde há um vídeo sobre o Miró sendo projetado. A saída foi tirar uma foto do quadro para a Bia continuar seu desenho. Foi um momento muito gostoso e eles receberam muitos elogios dos visitantes que por ali passaram.

Mil desculpas pela péssima qualidade das fotos. Elas foram tiradas com o celular, às pressas, sem flash e em um ambiente com iluminação não adequada. Mas espero que dê para dar vontade de vocês levarem seus pequenos para curtir um pouco de arte!

SERVIÇO:
O que: Exposição Joan Miró – a força da matéria
Quando: 12/09 a 15/11
Horário: terça a sábado das 10h às 20h30 / domingos e feriados das 10h às 19h30
Local: MASC / CIC

Ciranda SESC: mundo azul que estimula a imaginação

No último feriadão me peguei perdida, sem ideia do que fazer com as crias naqueles dias chuvosos. Acabamos indo no Shopping Floripa para almoçar e tivemos uma grata surpresa: o projeto Ciranda da Imaginação, do SESC. A sala azul tem várias peças gigantes de montar, que estimulam a imaginação e a criatividade dos pequenos. O espaço é super acolhedor e nos perdemos no tempo.

O objetivo do projeto é destacar a importância da autonomia e criatividade na infância por meio de brinquedos e brincadeiras que priorizam a participação da criança no ato de brincar e na construção do brinquedo. Os meus fizeram um pouco de tudo. A Bia ainda estava no mundo das princesas, pois tínhamos passado antes no espaço do Jake e da Princesa Sofia. Ela construiu trono de princesa, cama de princesa, mesinha para guardar a coroa, escada e torre. O Antônio fez um esconderijo, jardim, circuito, casinha, peso para mostrar que é forte, e por aí vai. Eu também adorei ficar lá, às vezes participando da brincadeira, às vezes só olhando os dois aprontando. Foi difícil tirar foto, pois os dois não paravam quietos e eu estava só com o celular.

Na sala ainda tem um tatame com almofadas, onde acontecem contações de histórias, e mesinhas para as crianças desenharem. Vale a pena uma visita, com tempo, para que as crianças fiquem livres para experimentar as diferentes peças e suas possibilidades. Boa diversão!

SERVIÇO:
O que: Mostra Interativa Ciranda da Imaginação
Quando: até 10/05
Horário: De segunda a sábado das 10h às 20h e domingos e feriados das 11h às 20h
Local: Floripa Shopping – SC 401, no Piso L2.

Luciano Martins 15 anos: arte colorida

Imperdível a exposição de retrospectiva dos 15 anos de trabalho do artista Luciano Martins, no CIC – Centro Integrado de Cultura, aqui de Florianópolis (SC). Já estive lá três vezes com o Antônio, fã-mirim do artista. Primeiro fomos fuçar a montagem, depois fomos à festa de inauguração e, por último, fomos porque o Antônio “precisava”, segundo ele, ver os quadros de novo. Como era de se esperar, percebe-se por lá todo carinho e dedicação do Luciano à sua arte. Uma exposição que alegra dos pequenos aos grandes. Antônio, nem preciso dizer, ADOROU!

Logo que chegamos ao espaço, como ainda estava vazio, meu pequeno já começou a correr na frente dos quadros berrando: “esse eu conheço, esse não conheço, esse estava no shopping, esse vi na galeria”. Coisa de fã🙂 Já contei por aqui sobre nossa visita à galeria do Luciano Martins, na Lagoa da Conceição, e no Facebook compartilhei vídeo do Antônio e fotos das nossas visitas ao Atelier Kids by Luciano Martins, espaço que ficou um tempo montado no Shopping Iguatemi. Vejam algumas imagens da exposição, pelas lentes dos fotógrafos Angelo Santos e Darline Santos. A galeria completa esta no site Em Foco.

Passamos quadro por quadro. O pequeno quis saber o nome de todos e quando descobriu que um deles não tinha nome, logo soltou: “Já sei que nome que pode ser este quadro: Pintora das unhas coloridas”. É claro que a mãe babona aqui já mandou a sugestão para o artista! Também li para meu pequeno parte dos textos que estão nas paredes, sugeri que escutasse as músicas disponíveis em fones de ouvido para que tivesse uma experiência diferente com alguns quadros, ressaltei as primeiras obras do artista e comparei com os atuais para mostrar a evolução e, mais uma vez, ficamos olhando os detalhes dos quadros. Antônio adora o autorretrato do Luciano Martins e a releitura do Grito, seu boneco preferido. Olha aí uma coletânea do Antônio com o seu grito e o do Luciano.

Sempre achei o máximo ver crianças em museus e acredito que exposições como esta, super coloridas, incentivam ainda mais que os pequenos passem a gostar de arte e fiquem acostumados com o ambientes como galerias e museus. A Bia, minha mais velha, também visitou a exposição com a turma da Escolinha de Artes da Fundação Catarinense de Cultura e é uma delícia ouvir os comentários e perguntas dela: “Mãe, você viu o quadro da Eva? Ela tem pelinhos e uma cobra na perna!”, “Eu vi de novo o Grito, a Frida, a Tarsila!”. Melhor ainda é ouvir a respostas dos dois para a pergunta “qual quadro vocês gostaram mais?”. A resposta dele foi “de todos”!

Neste sábado o Luciano Martins estará lá no CIC à tarde, uma ótima oportunidade para bater um papo pessoalmente com o artista e trocar ideias sobre arte. Passem lá!

Onde: Centro Integrado de Cultura – CIC
Quando: Até dia 31 de março
Horários: de terça-feira a sábado, das 10h às 20h30min; domingos e feriados, das 10h às 19h30min.

Páscoa alemã e diversão em Pomerode

No final de semana estivemos em Pomerode (SC), “a cidade mais alemã do Brasil”, para conhecer a tradicional decoração de Páscoa. Aproveitamos também para nos divertir nas atrações que a cidade oferece ao público infantil: o Zoológico Pomerode e a Vila Encantada. E, sem dúvida, vale a pena dar uma chegadinha lá!

Para quem mora perto, dá para fazer um bate-e-volta, mas para quem vem de mais longe (ou não quer fazer tudo correndo), a cidade tem várias opções de hospedagem. Nós – eu, as crianças e minha mãe – fomos na sexta-feira à tarde e ficamos hospedados na Pousada Dien Haus. Um lugar lindo, aconchegante, com ótimo atendimento e um café da manhã delicioso.

Ainda na sexta, fomos conhecer a Osterbaum, árvore de Páscoa feita com galhos secos, com 15 metros de altura, e decorada com mais de 80 mil ovinhos coloridos. As crianças acharam “liiinnnda”. Quem quiser se aventurar a fazer uma, já falamos dela aqui no Curtindo as Crias. Dá para fazer com ovinhos plásticos também! Ah, ainda na sexta, jantamos na Cervejaria Schornstein, onde comemos Hackepeter (dica da minha amiga Paulinha), um prato típico da culinária alemã preparado com carne crua e temperos. Uma delícia!!!

No sábado voltamos à 7ª Osterfest, que, além da Osterbaum, tem várias outras atrações, como oficinas (as crianças fizeram a de pintura de casquinhas de ovos), feira de artesanato (com tudo que vocês podem imaginar de decoração de Páscoa), trenzinho, mini-fazenda, pula-pula e atrações culturais.

Na sequencia fomos, a pé, ao Zoológico Pomerode. É a terceira vez que vamos e as crianças adoram. Ele não é grande, mas é muito bem cuidado e tem uma variedade bacana de animais, que vai de pássaros até elefantes, passando por leões, onças, hipopótamos, ursos, pumas, girafas, zebras, macacos, chipanzés, flamingos, tucanos, cobras, emas e muito mais.

Queríamos comer ali por perto, para não ter que pegar o carro, mas os restaurantes estavam cheios. Almoçamos então em um restaurante no centro, o Schroeder, que tem preço fixo (R$ 24 adulto e 12 criança) e possui comida típica em seu cardápio. A tarde foi dedicada à Vila Encantada, um parque temático que reúne piratas, dinossauros e insetos gigantes. Adoramos! Além de esculturas enormes de dinossauros, o parque ainda tem: um brinquedo com várias aventuras como escalar, escorregar e passar por obstáculos; insetos gigantes feitos de sucata, que podem ser escalados; jogos com tecnologia de projeção interativa; um porão escuro com piratas assustadores; uma caixa de areia onde pode escavar e espaço para bebes. Na Vila também tem um café, onde dá para fazer um lanche. Ah, uma dica é levar uma toalha e roupa para trocar as crianças, pois além de um dinossauro que jorra água também tem a Vila do Claro, um brinquedo com esguichos refrescantes!
http://vilaencantada.com.br/

Aos papais que gostam de fazer comprinhas, Pomerode tem várias lojas de fábrica, como a Nugali (chocolates), Fakini (roupas), Kyly/Milon/Amora (roupas infantis), Laticínios Pomerode (queijos) e Porcelana Schmidt, entre outras. Quem quiser saber mais sobre Pomerode é só clicar aqui.

Nós nos divertimos muito e tenho certeza que vocês também vão se divertir!

Muitos tchibuns no AquaShow

Eu admito. Há anos passo na frente do AquaShow, parque aquático na praia Ingleses (Floripa/SC), e achava o lugar esquisito. Pior, por conta dos “trocentos” ônibus estrangeiros na frente, achava que o “lugar de gringo” não valia a pena conhecer. Puro preconceito. Que feio, Tatiana, que feio. Mordi minha língua e agora cá estou eu indicando o lugar.

Tudo mudou quando um amigo comentou que estava reunindo um grupo de pais e crianças para comemorar o aniversário dele no tal parque e nos convidou, eu e os meus pequenos. Me deu aquela coceirinha, afinal de contas as crianças estão bem nesta fase de água e tinham amado o Beachpark. Pensei “Humm, por que não? Ta aí a oportunidade de ver qual é a desse parque aquático”. Fomos. E adoramos.

O lugar é maior do que eu imaginava. Não se compara ao Beachpark, é obvio, mas é limpo e bem cuidado. Tem muitas mesas na sombra, onde podemos deixar algumas tralhas, como toalhas e boias, além de pedir bebidas e petiscos. Os preços são bem honestos por sinal.

Tem espaços para todas as idades. Antônio, por conta da restrição do ouvido, de tampão e touca de silicone, só aproveitou as piscinas de bebês, bem rasinhas. Foi numa delas inclusive que ele acabou dormindo no meu colo. Sim, meu moleque de 19 kilos dormiu no meu colinho, dentro da água. Uma delícia… até eu perceber que não conseguiria sair de lá com ele kkkk Precisei da ajuda de um salva-vidas, que fez o papel de guincho🙂 A Bia, mais uma vez, virou sereia, e só saiu da água para comer. Os dedos ficaram murchos e a boca roxa. Aventurou-se em todos os escorregadores que a altura dela permitia. E foi corajosa a baixinha. Orgulho da mãe!

Fomos num dia de semana, mas para a minha surpresa, na saída, fiquei sabendo que nos finais de semana o movimento cai pela metade. Fica a dica! O lugar tem guarda-volumes, mas o ideal é levar alguma bolsinha pequena para carregar consigo protetor solar e toalha, por exemplo. Tem restaurante, mas nem vi. Como não conseguíamos tirar as crianças da água, ficamos nos petiscos mesmo. Tem banheiro com chuveiro para dar aquela geral nos pequenos antes de ir embora (não esqueçam o sabonete e shampoo). O horário de funcionamento é das 10:00 às 18:00. Chegamos às nove e meia, ideal para não pegar muita fila, e fomos embora perto das seis, com os meus pequenos contrariados. “Mais um pouquinho mamãe”. A mamãe aqui não aguentava mais!

Minha sorte é que a Bia é tranquila e o Antonio tá mega comportado por conta do ouvido, do contrário eu não daria conta sozinha não! Mas valeu muito a pena e já prometi para o Antônio que vai ser lá que vamos comemorar quando ele estiver bom do ouvido.

– “Vou poder dar tchibum mamãe?”
– “Vai”
– “Vou poder mergulhar?”
– “Vai”
– “Ebaaaaaaaaaa”